(55) 3538-1799

NO AR

Bom de Baile

Com Jéssica Eckert

Curiosidade

Imigrantes que viajaram em cima de leme de navio devem ser deportados para a Nigéria

Três imigrantes foram resgatados pela guarda costeira espanhola após uma viagem de 11 dias. Dois foram tratados por desidratação e hipotermia e um deles ainda está internado.

Publicada em 30/11/2022 às 09:36h

por Emma Pinedo, Inti Landauro e David Latona, Reuters-G1


Compartilhe
 

Link da Notícia:

 (Foto: Salvamento Maritimo via Reuters)

Dois dos três imigrantes que foram resgatados nas Ilhas Canárias, na Espanha, depois de passar 11 dias viajando sobre o leme de um petroleiro da Nigéria foram devolvidos ao navio nesta terça-feira (29), para serem deportados.

Os passageiros clandestinos foram resgatados na segunda-feira (28), e tratados para desidratação moderada e hipotermia, disseram os serviços de emergência das Ilhas Canárias e a Cruz Vermelha. O terceiro imigrante, que se encontrava em estado mais grave, teve de ser transportado para outro hospital da ilha e ainda não recebeu alta, disse um porta-voz do governo local.

Uma fotografia da guarda costeira espanhola, publicada no Twitter, mostra os três homens sentados no leme sob o casco do Alithini II, logo acima do nível do mar.

O navio de 183 metros, que navega com a bandeira de Malta, chegou a Las Palmas, na Espanha, depois de partir de Lagos, na Nigéria, em 17 de novembro e navegar pela costa oeste africana, de acordo com a Marine Traffic.

O capitão do navio confirmou à Cruz Vermelha que havia partido da Nigéria 11 dias antes.

 

Tratamento de imigrantes

Um porta-voz da polícia das Ilhas Canárias disse que cabe ao operador do navio cuidar dos passageiros clandestinos, fornecer-lhes acomodações temporárias e devolvê-los à origem o mais rápido possível.

Segundo Helena Maleno, diretora da organização não-governamental de migração Walking Borders, os imigrantes deveriam, pelo menos, ter sido informados do seu direito de pedir asilo político e deveriam ter sido interrogados antes de serem devolvidos ao navio.

A Alithini II, de propriedade da Gardenia Shiptrade, é gerenciada pela Astra Ship Management, com sede em Atenas, na Grécia, de acordo com o banco de dados público de remessas Equasis.

A Astra Ship Management não respondeu a várias ligações da agência de notícias Reuters em busca de comentários. O representante do governo espanhol nas Ilhas Canárias não respondeu imediatamente se os migrantes foram informados de seus direitos.

A guarda costeira disse que os migrantes foram resgatados por um navio da guarda costeira por volta das 19h no horário local (16h em Brasília) na segunda-feira.

As Ilhas Canárias, de propriedade espanhola, são uma porta de entrada popular, mas perigosa, para imigrantes africanos que tentam chegar à Europa. Desde 2014, por volta de 3 mil migrantes morreram ou estão desaparecidos depois de tentar cruzar da África para o arquipélago por mar, de acordo com a Organização Internacional para as Migrações.

 




ATENÇÃO:Os comentários postados abaixo representam a opinião do leitor e não necessariamente do nosso site. Toda responsabilidade das mensagens é do autor da postagem.

Deixe seu comentário!

Nome
Email
Comentário


Insira os caracteres no campo abaixo:








.

TELEFONE/WHATSAPP

55 3538 1799

Copyright (c) 2023 - FM SUCESSO - Sucesso FM 88.3 - Boa Vista do Buricá - Crissiumal
Converse conosco pelo Whatsapp!